Artículo

Comunicación en servicios en la era de la globalización. La comunicación digital y el servicio personalizado: oportunidades y limitaciones / A comunicação em serviços na era da globalização. A comunicação digital e o serviço personalizado: oportunidades e

Anabela Ferreira Félix Mateus

Resumen


A partir del análisis empírico de un trabajo pionero y único en Portugal sobre Relaciones Públicas y Calidad, centrado en la relación directa entre empleado de empresa y cliente externo como objeto de estudio, se reflexiona a la luz de la aplicación de las más recientes tecnologías, de las Relaciones Internas y de la Comunicación. En un tiempo en el que hablar de Comunicación de empresa nos obliga a hablar de Comunicación Digital, debemos sacar provecho de tal contribución, sin olvidarnos que cualquier Servicio tiene como finalidad última la relación directa con el cliente y su satisfacción. Pretendemos verificar la oportunidad y aplicabilidad práctica y eficaz de los medios involucrados; del nivel de conocimiento y sensibilidad esenciales en relación al objeto Comunicación Digital. Intentamos contribuir con una reflexión fundamentada en estúdios aplicados, trabajo de campo y trabajo documental. Hemos llegado a la conclusión que la dicotomía Servicio Personalizado/Comunicación Digital, exigirá siempre una decisión ponderada que refleje la conciliación, sustentada en planos Estratégicos de Comunicación Integrada donde se destaque el papel de las Relaciones Públicas en la Comunicación Organizacional.

Palabras clave


Comunicación Organizacional; Relaciones Públicas; Comunicación Digital; Servicio personalizado

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))

Referencias


Albrecht, K. (1992): Revolução nos Serviços. São Paulo: Pioneira

Bueno, Wilson da Costa, (2003): Comunicação empresarial: teoria e pesquisa. São Paulo: Manole.

Carlzon, J. (1994): A Hora da Verdade. 11. Rio de Janeiro: ed. COP

Corrêa, E. S. (2003): Estratégias para a mídia digital. São Paulo: Editora Senac.

Denton, D. K. (1991): O Atendimento ao Cliente como Factor de Vantagem Competitiva. Makron Books - Ed. McGraw Hill. Lda.

De Farias, L. A. (2004): A literatura de RP: produção, consumo e perspetivas. São Paulo. Summus.

Gronroos, C. (1993): Marketing: Gerenciamento e Serviços: a competição por serviços na hora da verdade. Trad. Cristina Bazán – Rio de Janeiro: Campus.

Hayes, D. K.; Ninemeier, J. D. (2005): Gestão de operações hoteleiras. São Paulo: Pearson Prentice Hall

Kotler, P.; Armstrong, G. (2007): Princípios de Marketing. Prentice Hall Brasil, 12ª edição.

Pinho, J. B. (2003): Relações Públicas na Internet. São Paulo. Summus

Busarello, R. (2009): “Peça desculpas, não peça licença...” In Fernandes, Manoel: Do Broadcast ao Socialcast: como as redes sociais estão transformando o mundo dos negocios. São Paulo: W3 Editora.

Camargo, T. (2005): “Blogosfera e as novas tecnologías”. Revista Negócios da Comunicação. Ano III, Número 15, p.82.

Matos, J. (1996): “Uma aula Marketing de Serviços” - Executive Digest. Ano 2 nº 22, pg. 43. Agosto.

Marien, V. (2008): “Mídia social dá poder ao cliente”. Revista Valor Setorial Comunicação Corporativa. Outubro, P. 52-54.

Savi, M.; Cárlei, N. D. e Jane, I. P. da C.: Marketing digital: uma análise na hotelaria Catarinense sob a ótica de seus gestores”. Universidad de Málaga. Eumed.net Vol 4, Nº 10 (julio/julho 2011): TURYDES. Revista de Investigación em turismo y desarrollo local.

Giácomo, A. C.; Myczkowski, M. H. (2007): “A inclusão de meios digitais como ferramenta da Comunicação Corporativa”. Intercom. XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Santos

Silva, J.Q. e Barichello, E.M.R. (2006): “A representação das organizações no espaço midiatizado”. In: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 29, Brasília

Bueno, W. C. - Política de Comunicação não é para qualquer empresa. Portal Imprensa, 07 ago. 2008, 20:03.

INE - Instituto Nacional de Estatística - A Utilização da Banda Larga nos lares portugueses – ABC da Tecnologia. (2008-11-04 Copyright Casa dos Bits)

Lorêmçon, F. M.- Qualidade e Satisfação Do Cliente . Artigonal – on line , publicado em 30/09/2009.

Mattos, R. (1998): Análise crítica de uma metodologia de solução de problemas na prestação de serviços - Uma Aplicação Prática do MASP. Universidade Federal de Santa Catarina.

Minghetti, V. (2003): Building customer value in the hospitality industry: towards the definition of a customer-centric information system. Information Technology and tourism. (2003). www.ifitt.net

Pinto, R. C. (2006): “Excelência em serviços: o valor percebido pelo cliente”. In Revista de Ciências Gerenciais. Vol. 10, nº 12, 2006

Terra, C. F.: A pluralidade das relações públicas- RP em Revista. 2003-2005 rp.bahía.com.br

Terra, C. F.: “Relações Públicas 2.0: novo campo de atuação para área”. In Relações Públicas Digitais - E-book- O pensamento nacional sobre o processo de relações públicas interfaceado pelas tecnologias digitais, Marcello Chamusca/Márcia Carvalhal. Org. Ed. VNI 2010. ISBN 978-85-60936-03-8.

Costa, A. F. (2009): O impacto da internet na Gestão Comercial das unidades hoteleiras portuguesas. Dissertação de Mestrado em Turismo - Gestão de Empresas Turísticas. U L H T, Lisboa.

Lamb, J., Charles W.; Hair, Jr.; Joseph, F. e McDaniel, C. (2004): Princípios de Marketing. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

Mateus, A. (1999): Relações Públicas em Hotelaria – Uma perspectiva da Qualidade. Dissertação de Mestrado em Sociologia, Lisboa, ISCSP, UTL, 1997. Pub. na Revista Estudos Políticos e Sociais, ISCSP, UTL, Lisboa.

Mattos, R. (1998): Análise crítica de uma metodologia de solução de problemas na prestação de serviços - Uma Aplicação Prática do MASP. Universidade Federal de Santa Catarina.

Miotto, A.; Amaro, E.; Belei, E. e Colletti, F. Excelência em Serviços: Uma Vantagem Competitiva. Faculdades Integradas Campos Salles, on line desde novembro de 2000.

Terra, C. F. (2006): Comunicação corporativa digital: o futuro das relações públicas na rede. Dissertação de Mestrado. ECA, USP. S. Paulo




DOI: http://dx.doi.org/10.15178/va.2013.122.1-22

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International,.
Logo de la Asociación de Revistas Culturales de España Logo de la Universidad Complutense de Madrid Logo de la Universidad de Alcalá Logo de la Universidad de la Frontera Logo de la Facultad de Ciencias de la Información Logo del Departamento de Comunicación Audiovisual y Publicidad II Logo de Concilium Logo del Fórum